Agendar visita
Conheça nossa proposta

Campeão brasileiro de xadrez escolar é do Colégio Marista Brasília

xadrez-1Do Colégio Maristinha – Marista Brasília Asa Sul – surgiu o título nacional de xadrez de 2017. O aluno do Ensino Fundamental II, Arthur Schneider Terra, 12 anos, levou o troféu de campeão, categoria 6º ano, no Campeonato Brasileiro de Xadrez Escolar, realizado este mês em Blumenau (SC), com a participação de 600 alunos de diversas escolas do Brasil.

Arthur faz aulas de xadrez com o professor Alexandre Bernardo, docente no Maristinha e vice-presidente da Federação Brasiliense de Xadrez (FBX), que tem acompanhado ele e outros alunos Maristas. O Colégio Maristinha participa do Festival Interescolar de Xadrez (FIX), que é o maior torneio escolar do Distrito Federal, desde 2012.

“Como o nível foi crescendo, nossos alunos começaram a disputar também os torneios da Federação Brasiliense de Xadrez (FBX), e os International Rating Tournament (IRT), torneiros com mais de uma hora para reflexão, que valem classificação internacional atribuída pela Federação Internacional de Xadrez (FIDE)”, explica Alexandre.

Os alunos que praticam o esporte são preparados para as competições de duas maneiras: em sala, aprendendo jogadas e estratégias para buscar cercar o rei do adversário e assim aplicar o xeque-mate, vencendo a partida. Já nos torneios, eles colocam em prática os aprendizados obtidos em sala, além de preparar todo aspecto emocional para lidar com a vitória e a derrota. Depois disso, os alunos que se destacam em competições locais são convidados a participar de torneios a nível nacional, como aconteceu com Arthur.

Alexandre defende, que o xadrez traz inúmeros benefícios para a criança, e que por isso,  sua prática deve ser incentivada pelos pais. “Ao jogar xadrez a criança se diverte e trabalha partes importantes do cérebro sem ao menos perceber. A prática junto da família pode ser um momento de diversão e interação, além de deixar a criança no papel de protagonista, fazendo com que ela se sinta valorizada e responsável por transmitir os conhecimentos que obtém pelo aprendizado do xadrez.

A idade ideal para o início do aprendizado é de 5 anos, quando a criança já consegue compreender e memorizar os movimentos de capturas e estratégias básicas.

“Há estudos destacando a contribuição do xadrez no desenvolvimento cognitivo, social e psicológico das crianças, com incentivos para memória, criatividade, raciocínio lógico e matemático, além de auxiliar na resolução de conflitos internos, como a pressão, a vitória e a derrota”, afirma o professor.

Fonte: Lead Comunicação
Share

Agende
uma visita

Venha fazer parte da nossa família! Preencha o formulário com seus dados e demonstre seu interesse em matricular seu filho em uma das nossas unidades.

Acessar!

Fale conosco

Entre em contato com os Colégios Maristas e esclareça suas dúvidas, faça sugestões e nos conte sobre seus interesses.

Fale Conosco